FALANDO EM FAMÍLIA…

Por Pangea Today

Ministério da Defesa permite a poligamia para os funcionários do sexo masculino


Na Indonésia, país que tem a maior população muçulmana do que qualquer outro país do mundo,o governo emitiu uma carta surpreendente.  Disse que os funcionários públicos do sexo masculino estão agora autorizados a terem mais de uma esposa.

A poligamia é legal na Indonésia, mas havia restrições. Os funcionários públicos e militares em geral, eram proibidos de praticá-la.

O governador de Jacarta Basuki Tjahaja Purnama disse que a poligamia é razoável, desde que o marido tenha permissão da primeira esposa para se casar novamente.

No entanto, tem havido relatos de opiniões contrárias entre os muçulmanos na Indonésia sobre a poligamia.Uma pesquisa 2011,   revelou que cerca de 85,9 por cento dos homens muçulmanos disseram que eram contra a prática.

O Islam permite que um homem tenha até quatro esposas, desde que ele trate a todas de forma  adequada, em termos de necessidades materiais e sexuais. E a Bíblia também apoia, não como mandamento, mas sim,como permissão. “Se um homem tem duas mulheres,uma é amada e a outra é aborrecida, e a amada e a aborrecida lhe derem filhos, e o filho primogênito é da aborrecida, no dia em que deixar herança a seus filhos, não poderá dar o direito de primogenitura ao filho da amada, em detrimento ao filho da aborrecida, que é o primogênito,mas reconhecerá o filho da aborrecida como primogênito, para lhe dar o dobro do que corresponda aos demais, porque ele é o princípio de seu vigor e seu é o direito da primogenitura.” Deuteronômio: 21: 15,17 – Em resumo, o filho primogênito da aborrecida, tem o direito do dobro de herança, em relação aos demais herdeiros.Nos dias atuais,na cultura monogâmica, essa Lei Divina determina que os filhos da mulher separada, tem direito dobrado de herança, em relação aos demais herdeiros. Nada mais justo devido a falta de apoio e amor diário do pai. E muitos quando dão uma miséria de pensão, outros até se negam a dar.  

Nota do editor: Na verdade,a poligamia,além de ser uma instituição antiga,independente de religião, protege muito às mulheres e filhos, a solidão não existe e cada membro cuida um do outro,seja na felicidade, seja na tristeza, ou na doença. As tarefas são bem divididas, e o fardo se torna leve. E o número de homens hoje no mundo, responsáveis e capacitados plenamente para administrar uma família, são poucos. 

Hoje, a violência e as drogas, tem sido catalizadores fundamentais para à destruição de milhões de famílias monogâmicas. E depois que a mulher se viu sozinha com filhos e sem apoio de família paterna,ou materna, só lhe resta à creche para cuidar dos filhos menores,ou, deixar que o filho,ou filha mais velha,tome conta dos mais novos,para buscar o sustento através do trabalho, que na maioria das vezes, é exploração em cima de exploração, para levar uns míseros reais pra casa. A lei Maria da Penha tem tudo isso como causa de sua existência.

A instituição monogâmica, em quase sua totalidade, é constantemente vítima de maridos indiferentes ao amor e total falta de responsabilidade dos mesmos. Vítima das  mazelas consequentes de uma separação, morte de um dos cônjuges, abandono dos filhos…Isso na melhor das hipóteses, e se a mulher tentar um segundo casamento, terá muita sorte se o parceiro escolhido estiver à altura de ser um chefe de família com plena capacidade para ser marido,amigo,pai,ou padastro. O que na maioria das vezes, o segundo desastre é certo.

Infelizmente à cultura monogâmica se sobressai acima da sabedoria, da necessidade, e da triste realidade que o mundo hoje se transformou. E quem pode dizer e provar o contrário? As prisões estão lotadas, os hospitais também estão, muitos estão escravizados às drogas, e nenhuma mulher e criança, estão mais a salvo de nada. São as maiores vítimas da violência no cotidiano das notícias diárias.

Claro que vivemos num mundo cheio de imperfeições, mas é raro, raríssimo, ouvirmos qualquer notícia de ação negativa numa família poligâmica, pois em sua maioria, a religião é a força e o fundamento da união, da harmonia, e dos cuidados gerais de uns pelos outros.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s