O AUTOMÓVEL NOS TIROU A PAZ E TRANSFORMOU A NOSSA HUMANIDADE.

Por Cimberley Cáspio

carroImagem: pt.dreamstime.com

Automóvel – o que era tão bom, hoje é o inimigo do bolso da maioria dos brasileiros. É caro toda vida. Licenciamento, manutenção, pedágio, e a indústria da multa. Não vale mais a pena. E continuando assim, o automóvel voltará a ser artigo de luxo, como era nos anos 50 e 60.

O que nos proporcionou? A extinção do bonde, a extinção da ferrovia, além de nos fazer demorar mais para chegar ao trabalho, diante de engarrafamentos que podem ser quilométricos. A não ser que o taxista tenha um conhecimento profundo da cidade, fora isso, mesmo usando o taxi, chegamos atrasados na maior parte dos compromissos. O que nos faz sair bem cedo de casa por causa disso.

O automóvel na verdade nos tirou o conforto e aumentou o nosso estresse. Nossas tranquilas ruas,se transformaram em movimentadas avenidas, os atendimentos de trauma aumentaram de forma estrondosa nos pronto-socorros e hospitais das grandes e médias cidades; quando não é atropelamento, são vítimas de acidentes a toda hora,principalmente nos finais-de-semana, a selvageria tomou conta da personalidade de uma boa parcela dos motoristas.

O número de mortos por acidente, teve um aumento exacerbado, a ponto dos cemitérios não terem mais espaço para enterrar ninguém, e quando se vai fazer o enterro, é obrigado a pagar taxa de exumação, para que depois de um certo tempo, o corpo seja retirado para dar lugar a outro. Enriquecemos assim também, a máfia dos cemitérios. Claro,para esses, quanto mais gente morrer, mais ricos ficarão.

Enriquecemos o Estado e donos de depósitos para onde os automóveis são levados por infração da legislação de trânsito. Enriquecemos os leiloeiros, os bancos financiadores, a indústria de radares e semáforos, a indústria de tintas, as seguradoras, empresas de caminhão-reboque,tudo e todos vivendo da grande riqueza proporcionada pelo automóvel.

Cada dia mais enriquecemos os executivos do Detran e agentes ligados ao órgão, enquanto empobrecemos. E graças ao automóvel, o pedágio foi criado, e tudo ficou muito mais caro.

A natureza também foi alterada. Muitos rios foram extintos, outros passaram a ser subterrâneos, enquanto os demais,tiveram que ser estreitados.Milhares de árvores foram arrancadas e o meio ambiente foi extinto em várias cidades do país. A mão humana foi ao extremo,mexeram radicalmente com à natureza somente pra lucrar com a indústria do automóvel.

Claro que agora os governos voltam ao passado e incentivam o transporte público, só que agora é tarde demais. Os projetos de mobilidade urbana são extremamente caros,e em vários lugares,causam prejuízos econômicos ao comércio de forma irreversível,como está acontecendo no Rio de Janeiro,por causa das Olimpíadas, centenas de comerciantes fecharam ás portas, e outros estão fechando, e abrindo falência.

O que parecia ser moderno, e que nos daria mais rapidez, além do status, se tornou um estorvo, é tirar da garagem pra gerar despesa, além de todo dia nos ameaçar de morte, mesmo na faixa de pedestre, ou nos ameaçar por um futuro trauma e nos deixar inválido para sempre.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s