JIHAD EM MINAS GERAIS : BLOGUEIRO FOI DECAPITADO.

jornalista decapitadoJornalista e blogueiro Evany José Metzker, 67

Por Rayder Bragon
Do UOL, em Belo Horizonte

A Polícia Civil de Minas Gerais localizou o corpo do jornalista Evany José Metzker, 67, na zona rural de Padre Paraíso (546 km de Belo Horizonte). Metzker, que era responsável pelo blog de notícias “Coruja do Vale”, foi achado decapitado.

O cadáver foi encontrado nesta segunda-feira (18) e estava com as mãos amarradas e sem a cabeça, achada posteriormente a uma distância de aproximadamente 100 metros do corpo. De acordo com informações preliminares da perícia, há a suspeita da morte ter ocorrido há cinco dias.

Segundo informações da delegacia da cidade, Metzker estava desaparecido desde a quinta-feira passada (14), quando tinha sido visto pela última vez na pousada onde havia se hospedado na localidade mineira.

Conforme uma fonte ligada ao caso, que não quis se identificar, ele teria ido até a cidade investigar denúncia de suposto aliciamento de mulheres e menores para a prática de prostituição na região.

As investigações sobre a morte dele se iniciaram nesta terça-feira (19) com a ida de uma equipe de policiais ao município de Medina (672 km da capital mineira), cidade onde ele residia.

A polícia informou que ainda não identificou suspeitos do crime e nem a sua motivação.

Em razão dos documentos do jornalista e blogueiro, terem sido encontrados junto ao corpo, além do relógio, cartões de crédito e uma aliança, em princípio, a suspeita de latrocínio (roubo seguido de morte) está afastada.

Entretanto, a polícia revelou que todas as hipóteses serão consideradas, desde a suspeita de que o assassinato tenha sido motivado em decorrência do trabalho desenvolvido por Metzker, até crime passional.

O corpo de Metzker foi enterrado em Medina nesta terça-feira.

O blog mantido por Metzker noticiava crimes cometidos em Medina e região, além de reproduzir matérias de editorias de política e economia nacionais e internacionais.

Risco de morte

Em nota, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais de Minas Gerais exigiu apuração “rigorosa” da morte do jornalista. Segundo o texto, o profissional era ameaçado.

“O sindicato foi procurado por inúmeros jornalistas da região, que relataram o clima de violência decorrente do tráfico de drogas e de prostituição infantil. O próprio Evany já tinha sido avisado de que corria risco de ser morto.”

O informe é finalizado com a conclamação da sociedade para que se una em defesa da liberdade de imprensa e do “livre exercício profissional dos jornalistas e blogueiros”.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s