NEPAL : ARGENTINOS TAMBÉM FORAM SACRIFICADOS SOB FACÕES NEPALESES.

Por Cimberley Cáspio

gurka 1Foto: hoy.com.do

gurka 2Foto:taringa.net.

Com a mesma ferocidade com que abateram em 3 dias, mais de 500 mil búfalos em novembro do ano passado,num ritual de sacrifício de sangue a deusa gadhimai,os gurkhas nepaleses, provocaram um terremoto nas linhas argentinas,ao desembarcarem nas Malvinas em 1982.

A habilidade em usarem facas,os tornaram famosos,e foram um diferencial no decurso da batalha no arquipélago disputado pela Argentina e Grã-Bretanha.

Com a experiência de selva adquirida em combates contra terroristas malaios,a Coroa Britânica,não teve dúvidas de enviá-los às Malvinas. E a fama precedida de que cortariam a cabeça do inimigo,não era lenda,onde soldados argentinos foram realmente sacrificados,principalmente nas batalhas noturnas,e o conflito rapidamente caminharia para o fim.

Sem roupas de proteção contra o frio extremo,com falha total de logística, e sem experiência de combate contra um inimigo habilidoso,e livre para exercer toda a sua arte de matar, a infantaria argentina foi pega a golpes de facas, e não resistiu ao terror que veio da Ásia. A surpresa foi horrenda e mortal.

Devido os rituais de sacrifícios de animais,que são uma constante no Nepal,onde os deuses do país exigem sangue,até as crianças são iniciadas nas habilidades de corte,e quando crescem e são incorporadas ao Exército,e se veem numa situação real de batalha,a habilidade no manuseio da faca faz todo o diferencial.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s