ÁFRICA DO SUL : A ALMA DO APARTHAID CONTINUA.

Fonte: Die Vryburger – reproduzido e editado p/ Cimberley Cáspio

aparthaid

Mais de mil imigrantes de diferentes países africanos, que agora vivem na África do Sul, fugiram de suas casas durante os últimos ataques de xenofobia na província de KwaZulu Natal.

Os estrangeiros estão atualmente alojados em delegacias de polícia e tendas após moradores obriga-los a sairem.

A violência começou pouco depois que Goodwill Zwelithini, o rei reinante da nação Zulu, disse publicamente que os imigrantes devem fazer suas malas e deixar o país.Comentários similares foram também feitos pelo filho do presidente Jacob Zuma da África do Sul, Edward.

Confrontos brutais estão sendo comuns entre imigrantes e nativos da África do Sul.

No início deste ano, donos de lojas estrangeiras na área de Soweto, perto de Joanesburgo, em Gauteng foram forçados a deixarem suas casas por causa da violência e saques.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s