O “MAIS MÉDICOS” CRIARÁ HERÓIS? É POSSÍVEL.

Por Cimberley Cáspio

Mais Médicos

Durante o último fenômeno da seca no nordeste,foram registradas 54 vidas sacrificadas através da diarreia como consequência da nefasta “indústria da seca”; e o governo no período, enviou técnicos da Diretoria da Vigilância Epidemiológica para inspecionar a situação. O que quer dizer que a coisa ficou como um surto onde o culpado foi a água contaminada. A Organização local e internacional de Direitos Humanos não se pronunciou quanto a isso. Ninguém falou de crime contra a humanidade. Gasta-se bilhões dos brasileiros em benefício da lucratividade da FIFA e permite-se que o sertanejo beba água podre.

Bem,agora é torcer para que o programa federal de saúde,o “Mais Médicos” alcance o mínimo dos resultados desejados e com isso,os membros do “programa” possam atender a contento a população carente e ao mesmo tempo repassar ao Governo Federal,todas as informações quanto as estruturas das instalações de trabalho. E já que esses “médicos” são contratados pelo Governo Federal e não tem compromissos com governos locais onde atuam, estão livres de todo tipo de coação e represálias políticas locais,podendo assim,repassar ao Governo Federal,informações minuciosas,ricas e detalhadas quanto a toda dificuldade que ora se apresente no exercício da função.

Lógico que o “programa” não vai solucionar definitivamente o problema da saúde pública brasileira,mas com certeza,vai minimizar muito o sofrimento da população mais carente que precisa de atendimento médico,principalmente no agreste do Brasil; porém em muitos postos de saúde,a realidade da falta de estrutura para o trabalho do médico e enfermeiros é drástica e perversa.Mas os membros do “programa”,trabalhando na essência da “Organização Internacional Médicos Sem Fronteiras”,estão não só preparados tecnicamente como mentalmente para enfrentar os desafios aos objetivos propostos.Sabem que em alguns municípios irão testemunhar situação idêntica,ou senão parecida com a África,onde médicos e enfermeiros não irão encontrar nem banheiro no local de trabalho.

Sendo assim,é torcer para que o programa brasileiro de saúde “Mais Médicos”,alcance todo o sucesso requerido e o povo brasileiro atendido pelos membros do “programa”,recebam de volta a dignidade humana tão merecida,que tanto falta quando se procura ainda hoje, atendimento médico nas mais diversas instituições de saúde pública do Brasil.

Fonte: O Estado de São Paulo

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s