PHIL HARRIS : CIGARRO OU ESTRESSE,QUEM É O CULPADO?

Por Cimberley Cáspio

foto : ihu.unisinos.brpesca mortal

A morte do capitão Phil Harris ,proprietário do barco de pesca de caranguejos Cornelia Marie,em 9 de fevereiro de 2010,o qual,fazia parte da frota pesqueira do Alasca no Mar de Bering,documentado na série Pesca Mortal,no canal Discovery,ainda se faz sentir em todos os encontros dos capitães da frota.

Assim quanto ao cigarro,o qual,o capitão Phil Harris fumava intensamente na cabine de comando do seu barco,não se pode esquecer que tudo começou após uma queda em que caiu do seu beliche,durante uma tempestade,queda esta,a qual,o afastou das atividades pesqueiras por um ano inteiro. E se formos imaginar o que pode ter passado pela cabeça do famoso capitão durante todo esse tempo afastado,o estresse pode ter sido também um forte suspeito colaborador da sua morte.

A temporada do caranguejo das neves no Mar de Bering,no Alasca,é um empreendimento milionário e extremamente perigoso.Dura no mínimo 4 dias e no máximo 12 dias. Além do estresse da própria atividade no cenário da pesca,como lidar com a natureza hostil e imprevisível do Mar de Bering,a segurança do barco,a segurança da tripulação e da carga milionária,é normal os capitães se depararem com avarias mecânicas da embarcação no meio da temporada,mesmo tendo feito em terra anteriormente toda a revisão,obrigando-os assim, a retornarem ao porto para os reparos necessários,os quais, fazem perder tempos preciosos e os obrigam a fazer despesas significativas,como substituir um gerador…por exemplo,uma hélice que se quebra,reparos de um dos motores de propulsão…Enfim,todo e qualquer reparo não programado no porto em plena temporada,os nervos dos capitães ficam a flor-da-pele,pois tal despesa é considerada despesa perdida e não investimento,quer dizer,prejuízo mesmo.Não por falta de revisão anterior e as vezes é por incompetência do profissional instalador,o que quando acontece,os capitães xingam tudo o que tem direito.E depois do reparo feito,a volta ao cenário da pesca tem que ser rápida a fim de compensar o tempo parado no porto…Enfim,como empreendimento milionário que é a pesca do caranguejo das neves,também podemos imaginar o alto custo de investimentos e despesas…E tudo isso fazia parte da mente do capitão Phil Harris dia após dia,pois como empresário e proprietário do Cornelia Marie,que encerrada a temporada do caranguejo das neves,dava-se início a novos planejamentos e programações para a próxima temporada.Diferente da tripulação,a qual,recebia o pagamento e só voltava para reinício da atividade da pesca.

Sendo assim,as atividades pesqueiras no Mar de Bering não faz amigos e sim,irmãos,pois devido o perigo extremo,o sentimento de família é fundamental,o que faz com que cada embarcação esteja pronta a largar de pronto toda a atividade e atender qualquer pedido de auxílio a qualquer dificuldade que se apresente na área,seja por um homem,seja por uma embarcação inteira que precise de socorro urgente…E por isso,mesmo que a vida siga e o show continue,Phil Harris estará sempre na lembrança dos que estiveram próximos e também dos que criaram por ele uma admiração conhecendo-o em Pesca Mortal.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s