MILHÕES DE DÓLARES EM DIAMANTES DESAPARECEM NO ZIMBÁBUE

Cecilia Jamasmie – editado e reprod.p/Cimberley Cáspio

político africanoo presidente Robert Mugabe

As receitas provenientes dos altos impostos de mineração do Zimbabwe , particularmente oriunda dos produtores de diamante-estão longe de ser encontradas, divulgou o relatório da Comissão Parlamentar de Energia,nesta quarta-feira.
Como relatado pelo The Telegraph , a equipe encontrou “discrepâncias” entre o que as empresas de diamantes alegaram ter pago em impostos locais, e que o governo disse que tinha recebido.

Ao tentar visitar os campos Marange do país, estimados para conter mais de 25% dos estoques de diamantes do mundo, os membros da comissão disseram que os funcionários do governo e agentes de segurança os impediram repetidamente de acessar a área.

Segundo o relatório,os impostos de mineração no Zimbabwe estão indo para bolsos privados, dando combustíveis aos temores internacionais de que os royalties de mineração estão financiando ativamente Zanu,do partido PF,principal opositor do governo,o qual,vem intimidando os eleitores de Robert Mugabe para as próximas eleições.

“Durante a última década, as eleições no Zimbabwe têm sido associadas com uma brutal intimidação dos eleitores; e orquestrar este tipo de violência custa muito dinheiro. E a medida que o país se aproxima de outra eleição há um risco muito elevado de Zanu do PF que é de linha dura, venha empregar essa tática mais uma vez… e com diamantes de Marange para pagar a conta. Sem esquecer que o exército do Zimbabué tomou o controle da área em 2008, matando cerca de 200 mineiros.

“As concessões de mineração africanas em geral,são concedidas em circunstâncias legalmente questionáveis ​​para várias empresas e nesse caso exclusivamente,algumas delas são associadas a figuras importantes como Zanu e Robert Mugabe. Jornais relataram que a Organização Central de Inteligência do Zimbábue , o serviço de segurança do Estado alinhado com Mugabe, cujos membros são acusados ​​de cometer atos de violência contra os que apoiam a oposição, recebe benefícios diretamente da receita de diamantes fora do orçamento.

No ano passado, o vice-ministro de Minas, do Zimbábue, Gift Chimanikire, confirmou que uma companhia do exército detém uma participação de 40% na propriedade de Anjin , uma das concessões diamantíferas mais lucrativas do país.

Dias depois , foi relatado que um magnata de diamantes chinês pagou $ 100.000.000 para a Organização Central de Inteligência do país Africano (CIO) financiar as operações secretas contra a oposição.

E em meio a disputas acirradas e muita carnificina,a produção de diamantes do Zimbabwe aumentou de 8,7 milhões de quilates no ano passado e projeta subir ainda mais, alcançando mais de 17 milhões de quilates.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s