EMISSÕES DE USINAS A CARVÃO NA ÍNDIA MATARAM 115 MIL EM UM ANO

Cecilia Jamasmie – reprod.e editado p/Cimberley Cáspio

o carvão que mata© Greenpeace / Peter Caton

Emissões de usinas de carvão da Índia causaram 80 mil a 115 mil mortes prematuras e mais de 20 milhões de casos de asma entre 2011 e 2012, revela um relatório apresentado ao governo da Índia na segunda-feira .

De acordo com o documento “O carvão Kills – Uma avaliação de morte e doença causada por fonte mais suja de energia da Índia”, produzido com o patrocínio do Greenpeace, as emissões de usinas a carvão também causou problemas adicionais de saúde na população indígena, incluindo um aumento alarmante de ataques cardíacos.

O custo monetário estimado associado com esses impactos na saúde ultrapassou 3.300 milhões dólares para US $ 4,6 bilhões por ano, segundo o relatório, acrescentando que o maior impacto dessas emissões tem sido sentida ao longo dos estados de Delhi, Haryana, Maharashtra, Madhya Pradesh, Chhattisgarh, na planície do Ganges, e maior parte do centro-leste da Índia.

Atualmente, 66% da geração de energia da Índia é a carvão e o país,mesmo ciente da tragédia humana provocada pelo mal ambiental,ainda tem planos para aumentar a capacidade, baseados principalmente em plantas à base de carvão. O primeiro plano (2012-2017) tem como objetivo adicionar um total de 76GW, enquanto a segunda fase (2.017-2.022) terá como objetivo adicionar 93GW.

Em seu website , o Conselho de Controle de Poluição Central, disse segunda-feira que está ciente das reivindicações e que já está tomando medidas para reduzir a poluição proveniente de tais fontes.Como se quisesse dizer :”tudo bem,vamos continuar matando,porém vamos reduzir o número dessas mortes”. Afinal,os investidores tão nem aí pra essas mortes, o lucro dos investimentos é o objetivo.

O relatório adverte que as normas de emissões da matéria na Índia ficam somente atrás das implementadas na China, Austrália, EUA e a União Europeia. Para outros principais poluentes como o dióxido de enxofre, óxidos de nitrogênio e mercúrio, não há limites de emanação na Índia.

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s