CPMF : E NA FORÇAÇÃO DE BARRA ELA VAI ACABAR CHEGANDO…

Por Cimberley Cáspio
CPMF

Infelizmente,o retorno da CPMF,já pode se considerar como óbvio e certo.E os argumentos apresentados são os mais estapafúrdios e criativos.Nada é igual a coisa nenhuma e coisa nenhuma é igual a nada.E como a saúde pública não teve nenhuma melhora quando no passado a CPMF estava ativa,não é agora que a mesma vai melhorar com o retorno do imposto “provisório”,que lógico,receberá outro nome.E o momento dessa receita é agora,onde o Congresso Nacional acabou de criar mais uns cem números de cargos legislativos.

A verdade é que enquanto o lobby da saúde suplementar for forte no governo,a saúde pública nunca terá uma chance.Enquanto a tecnocracia das universidades mandar no Brasil,o patriotismo ideológico ficará sempre em quinto plano,que dirá segundo…e o povo brasileiro continuará cobaia de todos os tipos de experimentos,quer seja político e científico,escravos do consumo farmacológico,sem nenhuma chance de vida própria,que não seja,viver para ser resposta aos diversos caminhos do capital majoritário.

E nada melhor que os aposentados,onde já afundaram toda a vida útil no trabalho…que agora,indiscriminados pelo mercado de trabalho,tem suas vidas usadas, a fim de responder aos diversos tipos de drogas recém fabricadas e outras ainda que estão em fase de testes ,que sem saber e ingenuamente são transformados em cobaias humanas, testando a eficácia das mesmas em favor da indústria farmacêutica,a qual,tem a medicina como seu braço direito,que segundo a mídia,tem feito estragos em diversos indivíduos da população,que deixaria os criadores do holocausto,surpreendidos com tanta eficácia de destruição humana.

Quanta saúde,as drogas legalizadas tem destruído e até exterminada.Porém,através da morte de diversos cidadãos,onde o remédio,além de fracassar na cura da doença,ajudou a evoluir a mesma,ou até criar outras doenças,das quais o organismo estava livre,os laboratórios farmacêuticos,através da medicina,que reporta o falecimento da cobaia,tiram o remédio do mercado,ou criam novas modalidades diagnósticas e de ministração da droga,a fim de manter o lucro e não diminuir a receita.Quanto aquele que morreu,bem…era só mais um Zé ninguém,que com exceção da família,ninguém vai sentir falta mesmo.Quanto ao médico,os conselhos regionais de medicina,o acobertará ,enquanto o lobby nos corredores do governo se fortalecerá mais e mais.

“E em Brasília, Paulo Davim (PV-RN) disse que as pessoas não se dispõem a contribuir para terem serviços de saúde, como fazem com TV por assinatura ou estacionamentos. ”

Fonte;Jornal do Senado

Anúncios
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s